A cozinha grande servia o Convento. Nela existiam dois fornos, um fogão e uma chaminé e muitas fornalhas de q se vê sair o fogo. Havia também um grande caldeirão sempre ao lume para que a qualquer hora do dia ou da noite houvesse água quente.
A grande pia, feita num só bloco de pedra, bem como todos os lavatórios para a lavagem da loiça e dos alimentos, recebiam a água vinda da Tapada .
Junto à cozinha existia outra mais pequena e várias dependências para os frescos, a casa de lavar hortaliças e peixe, a casa do azeite, a casa da pastelaria, a dispensa e os despejos.
Os frades cozinheiros eram sempre vinte e acompanhados por dois leigos, trabalhando onze em cada semana. 
A cozinha entra na posse da Casa Real em 1834 e serviu como tal até ao reinado de D. Carlos.
Esta cozinha é, ainda hoje, hoje, usada pela Escola das Armas.
Cozinha 
Cozinha do Convento