Sala destinada às refeições da comunidade, o jantar pelas 11.00 h da manhã e a ceia por volta das 21.00h
Tem forma rectangular, com tecto abobadado e 45 janelas, das quais 25 são cegas.
As 36 mesas são de madeira do Brasil, colocadas ao longo da sala e com bancos de um só lado. No topo da sala, as mesas travessas estavam destinadas ao Guardião e ao Provincial.
Sobre estas mesas, uma pintura de Pierre Quillard representa a Ceia dos Discípulos de Emaús.
De cada lado da sala existe um púlpito em madeira do Brasil que servia para o Leitor recitar trechos dos livros sagrados durante as refeições.
A porta que liga o refeitório às cozinhas era chamada Ministra.
Apenas ficou concluído em 1734 ou seja 4 anos depois da sagração da Basílica. Foi solenemente inaugurado com a presença de D. João V, nesse mesmo ano.

 Refeitorio
Refeitório dos Frades
 Refeitorio
Refeitório dos Frades